PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
18 dez 2015

Deputado é favor que suspenda a cobrança da conta de água em alguns municípios do RN


“Acho uma ideia excelente, principalmente neste momento de seca. Sou totalmente a favor”. As afirmações são da autônoma Ranilda Freitas sobre a proposta do deputado estadual Nélter Queiroz, para que a CAERN suspenda a cobrança da conta de água nos municípios em que o abastecimento não é satisfatório.

Ranilda reside no município de Pau dos Ferros e sofre com a falta d’água, diariamente. Segundo ela, a água chega na tubulação, mas não tem pressão suficiente para subir e encher a caixa, que fica em cima de sua casa.

Nesta semana, o deputado Nélter Queiroz enviou requerimento solicitando ao diretor-presidente da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN), Marcelo Toscano, a suspensão da cobrança da conta mensal das residências que não estão recebendo água.

988888888888888A justificativa do parlamentar é que “a população não pode pagar por um serviço que não está sendo realizado”.

Nélter inclui ainda na lista dos beneficiados com a medida, os municípios que estão em colapso hídrico, entretanto, de acordo com a assessoria de comunicação da CAERN, a cobrança já foi suspensa nos 17 municípios em colapso. É o caso de Tenente Ananias, na região do Alto Oeste.

A balconista Kaliany Vidal contou ao MOSSORÓ HOJE que, desde que foi decretada a situação de colapso, que a companhia suspendeu a cobrança. “Pelo menos aqui, em Tenente, ninguém paga mais água. Já está suspensa”, relatou.

Atualmente, 74 municípios potiguares sofrem com o abastecimento e estão em sistema de rodízio. Outros 17 estão em colapso. São eles, Acari, Antônio Martins, Carnaúba dos Dantas, Currais Novos, João Dias, Luiz Gomes, Paraná, Pilões, Rafael Fernandes, São Miguel, Tenente Ananias, Frutuoso Gomes, Serrinha dos Pintos, Cruzeta, Jardim do Seridó, Equador e Martins.

Mossoró Hoje

Comentários

Nome

E-mail

Comentário