PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
14 ago 2015

Cutucada em Roth, CR7 e Sibéria: Eurico rouba a cena em coletiva


Eurico-Miranda-FOTOPaulo-SergioLANCEPress_LANIMA20150731_0059_27Cada vez mais rotineiras, as aparições de Eurico Miranda mostraram, nesta sexta-feira, um repertório irreverente. Como de costume, o presidente chama para si as atenções, e, desta vez, não sustentou o técnico Celso Roth no cargo em caso de derrota para o Coritiba neste sábado.

 – As pessoas têm que me conhecer. Celso é o treinador. Qualquer um que está aqui no Vasco, funcionário do Vasco, pode deixar de ser a qualquer momento. Quem me conhece sabe como eu funciono – alertou, durante a apresentação de Seymour e Jorge Henrique.

Eurico não escondeu a insatisfação com o modo como o Vasco vai se comportando nas últimas partidas. Para o mandatário, a equipe vem sendo muito menos agressiva no ataque do que deveria.

– Sinceramente, não vou entrar no mérito do trabalho dele, acho que trabalha. Eu acho é que o Vasco fez contratações que vão sem dúvida nenhuma, modificar todo o panorama. O Vasco… eu falei lá atrás que não pode ter um time que jogue para se defender. Tem que ter um time que ataque. Falei quando contratei o Doriva. Eu espero com essas contratações, que o Vasco deixe de ser um time defensivo e seja um time que ataque. Tem que defender e atacar, mas não pode passar a maior parte do tempo se defendendo – orienta.

De todo modo, o dirigente avisa que não interfere na escalação do time, mas ressalva: se o técnico pede uma contratação, não faz sentido o atleta não entrar em campo.

– A decisão sempre é do treinador, nunca é minha, mas ele tem que raciocinar. Faço a contratação de um atacante e vou me preocupar se ele cortou a unha ou não cortou? Eu não escalo jogador nenhum, quem escala é o técnico. Ele me pede um jogador, eu contrato e ele não escala?

Ele avisou que as contratações de Nenê, Jorge Henrique e Seymour devem ser as últimas da temporada, mas cogitou um candidato a melhor do mundo na Colina.

– Acabou, mas quem sabe apareça uma novidade, um Cristiano Ronaldo da vida…

FILOSOFIA

Apesar da lanterna, do pior ataque, da pior defesa, e de grande parte da torcida já não acreditar mais na recuperação, Eurico mantém o otimismo na recuperação da equipe. O dirigente vê o Cruz-Maltino ainda bem vivo no Brasileiro.

– Você só morre quando morre. Então, nunca é tarde. Enquanto tem sopro, não morreu. Nunca é tarde, não tenho receio. Se eu tivesse receio por ser tarde, já teria feito – filosofou. O presidente lembrou também que a palavra “rebaixado” não existe no clube, e que, se pressentir que o time vai voltar à Série B, vai para um lugar distante.

– Palavra rebaixamento aqui é proibida. Se eu achar que vai ser rebaixado, vou ver o lugar mais distante da Sibéria e me transfiro para lá. O que acho é que temos que fazer as coisas que precisam ser feitas. Se não forem feitas, aí sim, pode acontecer – analisa.

O mandatário ainda criticou os protestos da última quinta-feira. A delegação desembarcou no Aeroporto Santos Dumont, após mais uma derrota, e houve até cusparada ao atacante Riascos.

– Não entro nisso. Esse não é o comportamento devido. Não é isso que leva a fazer qualquer tipo de mudança, muito pelo contrário. E, normalmente, quem participa dessa manifestação é quem não tem o que fazer. Torcedor tem o direito de fazer o que achar que deve, mas, normalmente, essas coisa tem outra natureza – alerta.

 LANCENET! 

Comentários

Nome

E-mail

Comentário