PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
11 jun 2015

CBF: Limite de reeleição fica somente para o próximo pleito


Delfim-Padua-Peixoto-Foto-CBF_LANIMA20150528_0172_53A assembleia geral da CBF rejeitou nesta quinta-feira a alteração imediata no estatuto da entidade para que o vice-presidente mais velho deixe de ser o primeiro na linha de sucessão caso haja algum impedimento com o titular da cadeira, hoje ocupada por Marco Polo Del Nero. A medida, no entanto, só vai passar a valer no próximo processo eleitoral. O atual mandato termina em 2019.

 Desta forma, com a suspensão de Marin por causa da acusação de suborno e prisão em Zurique, Delfim de Pádua Peixoto – que representa a região Sul e preside a Federação Catarinense – continua como vice mais velho e, portanto, como substituto imediato em caso de algum impedimento de Del Nero.

Os presidentes das federações estaduais que compõem a assembleia da CBF, de forma unânime – segundo o LANCE! apurou – não quiseram “mudar o regulamento durante o jogo”. Para 2019, haverá a eleição de um primeiro vice-presidente e um segundo vice, assim sucessivamente. Alem de Delfim, os vices da CBF são Marcus Vicente (Centro-Oeste), Fernando Sarney (Norte) e Gustavo Feijó (Nordeste).

– A grande preocupação que eu tinha não aconteceu – disse Francisco Noveletto, presidente da Federação Gaúcha.

Outros pontos do estatuto da entidade ainda foram debatidos na reunião, que começou às 10h30 desta quinta-feira. Houve a confirmação ainda do fim do veto da CBF às decisões dos conselhos técnicos das competições, como acordado na reunião com os clubes segunda-feira passada.

 LANCENET!

Comentários

Nome

E-mail

Comentário