PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
6 mar 2018

“ Catedral dos Pássaros” Tirou a visão?


Por Julio Dorgenaldo Moreira Brasil

 

Para o povo de Uiraúna, em seu principal logradouro, a retratação da obra artística “Catedral dos Pássaros” do artista patrício Ciro Fernandes, “tirou a visão”.

Pergunta-se: visão de quê? Da Praça?

Então, há alguns anos, o povo junto com os governantes da cidade, deixaram de lado a oportunidade de comprar do espólio de Antônio de Elias o prédio na confluência das Ruas Moisés Pinheiro e João Pinto, para demoli-lo e dá uma maior dimensão àquela viela. O caos que o imóvel, primeiro da João Pinto, esquina, dita ao trânsito e a mobilidade de acesso a Praça Padre França, isso sim, é o quê se pode dizer: “tirar visão”.

Na época, que foi exposto à venda, ao que parece foi vendido por somente uma merreca de R$ 90.000,00, dizer de novo: noventa mil Reais, o primeiro preferente para compra deveria ter sido a Prefeitura, ninguém chiou. Deixar aquilo na mão de particulares foi a certeza de que a artéria se perpetuaria na sua configuração original.

Diante dos problemas que ela gera se pode até pensar que foi falta de luz e de inspiração a todos naquela ocasião.

Quanto ao espaço novo, único que retrata de arte, que vai dar notoriedade do lugar até para o mundo, deve-se acata-lo e louvar a iniciativa e a coragem do jovem Eudinho Fernandes e de todos que o apoiam nessa empreitada.

A falta de vista física, que dizem que surgiu, haverá de ser compensada pela riqueza de expressão sentimental da Catedral dos Pássaros. A arte e a beleza nela inserida haverá de fazer os céticos refletirem e admitir, que estavam equivocados.

Uiraúna está é de parabéns e não se dá conta.

Da Redação – UIRAUNA.NET

Comentários

  • Antonio Jorge Dantas disse:

    É um grande monumento sobre um outro que já estava, em primeiro momento visualmente perde-se a ótica de fundo da praça Pe. França, ponto de encontro da nação uiraunense. Dá uma sensação de estranheza…Na minha opinião certamente teria um outro lugar aí próximo mais apropriado e com mais uma opção de visitação, retirando qualquer comento sobre a disputa…Mas já não é sem tempo, se buscarem a opinião publica encontrarão grandes idéias. A obra precisa permanecer de fato, e de preferência sem custar desavença de opiniões.

  • Nome

    E-mail

    Comentário