PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
9 set 2016

Brasil ganha medalhas no atletismo, natação e judô no segundo dia


Em sua meta de ser top 5 no quadro de medalhas nos Jogos Paralímpicos Rio-2016, o Brasil segue em boa situação na disputa. O país encerrou o segundo dia da competição, nesta sexta-feira, com 11 medalhas, sendo três de ouro, seis de prata e duas de bronze. Assim, fechará a jornada na quinta posição pelo critério de medalhas de ouro, e em sexto pelo total de pódios obtidos.

Destas 11 láureas, sete foram obtidas nesta sexta-feira. Confira abaixo um resumo do dia brasileiro na Paralimpíada Rio-2016.575c8809caccd

‘Sósia’ de Neymar conquista único ouro do país

O Brasil conquistou apenas uma medalha de ouro nesta sexta-feira nos Jogos. E o atleta que a conseguiu, Daniel Martins, chamou a atenção não apenas pelo resultado, mas também por sua semelhança com Neymar. Ele foi o campeão nos 400m no atletismo na categoria T20 (para atletas com deficiência intelectual), e com direito a recorde mundial.

Mais três medalhas no atletismo
Além do ouro de Daniel Martins, o Brasil conquistou outras três medalhas no Engenhão nesta sexta-feira. Verônica Hipólito (100m rasos na categoria T38) e Fabio Bordignon (100m rasos na categoria T35) levaram a medalha de prata. E Izabela Campos faturou o bronze no lançamento de disco na classe F11.

57d2d601c516f

Daniel Dias aumenta sua coleção de medalhas
Na natação, o Brasil deixou o Estádio Aquático nesta sexta-feira com duas medalhas de prata. A primeira delas foi com Phelipe Rodrigues nos 50m livre na classe S10 (na mesma prova, o favorito Andre Brasil ficou fora do pódio, em quarto lugar). Minutos depois, o país faturou também o segundo lugar no revezamento 4x50m livre. Medalharam Clodoaldo Silva, Joana Silva, Susana Schnarndorf, Talisson Glock, Patricia dos Santos e o astro Daniel Dias. Daniel conquistou sua 17ª medalha paralímpica da carreira, sendo 11 delas de ouro.

Judô desencanta com Lucia Teixeira
No segundo do terceiro dia de competições do judô, o Brasil conseguiu sua primeira medalha na competição. E ela veio com Lucia Teixeira, na categoria até 57kg. Ela perdeu na final para a ucraniana Inna Cherniak, e repetiu assim o vice-campeonato paralímpico dos Jogos de Londres-2012.

Terezinha é desclassificada e reclama de adversários

57d2d601c516f

A nota negativa do dia brasileiro foi a desclassificação de Terezinha Guilhermina na final dos 100m rasos na classe T11. Os árbitros alegaram que ela foi puxada por seu guia Rafael Lazzarini durante a prova, o que não é permitido. Revoltada, Terezinha disparou contra os organizadores da prova e suas adversárias.

– Não sei que regras usaram para me desclassificar. Tenho dúvidas sobre as regras para essa Paralimpíada. Elas são diferentes a cada competição, e não vim preparada para este tipo de determinações – falou Terezinha, que seguiu na reclamação.

– Eu vim preparada para competir contra mulheres, não contra homens.  É uma situação difícil, não é justo. Em outras competições, atletas foram desclassificados pois os guias correram à frente dos atletas. Infelizmente, aqui no Brasil isso parece estar diferente – falou a brasileira.

   Fonte: Lance!

Comentários

Nome

E-mail

Comentário