PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
7 dez 2015

Após reclamar na web, mulher diz ter sido bloqueada por governador do DF


bloqueada_1Uma mulher diz ter sido bloqueada em uma rede social pelo governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, após denunciar falta de insulina Latus – remédio de alto custo usado no tratamento contra diabetes – há mais de um mês na Secretaria de Saúde. A biológa Cintia Reis, de 29 anos, é diabética há 18 anos e usa quatro frascos de insulina Lantus por mês.

Cada ampola custa R$ 115 em farmácias, e a interrupção do tratamento pode provocar problemas renais e até cegueira. “Não tenho como gastar R$ 480 todos os meses. É inviável. Eu estou cobrando o governo via ouvidoria, WhatssAp do vice e pela página do governador no Facebook. Ontem [6] eu fui bloqueada da página dele por cobrar meu medicamento. É assim que o GDF trata o cidadão que precisa desse remédio?”

Segundo o GDF, os Termos de Uso do Facebook pedem para os cadastrados na rede social evitarem publicações repetidas. Caso o internauta insista em violar a política, pode ser bloqueado. “No caso específico, a seguidora publicou mais de 200 vezes a frase ‘Rollemberg, cadê as insulinas?’, explicou o Palácio do Buriti por meio de nota.

O Palácio do Buriti informou ao G1 que parte do conteúdo e das respostas publicadas na página de Rodrigo Rollemberg é de autoria do próprio governador e de colaboradores. Em divulgações institucionais, há o apoio da assessoria de informação e comunicação.

Cintia também diz que a mãe e outros usuários foram bloqueados da página do governador. Para a mulher, a atitude demonstra que o governo quer “calar os pacientes”. “É um absurdo. A rede social é um ponto de comunicação entre a população e o governo. Parece que ele quer apenas mostrar as coisas boas, que são quases inexistentes, né?”

Ao G1, a Secretaria de Saúde informou que o processo de compra da insulina Lantus (Glargina) foi aberto e aguarda a liberação de recursos para aquisição. Segundo a pasta, há cinco tipos de insulina oferecidas: Lantus, regular, NPH, Detemir e Ultrarrápida.

A Secretaria de Saude também informou que o paciente com prescrição para Lantus deve procurar um médico para fazer a substituição da medicação até a regularização do estoque. Sem recursos, a bióloga diz que tem pedido ajuda para familiares e amigos. Segundo ela, a medicação falta há pelo menos um mês. De acordo com a Secretaria de Saúde, 3 mil pacientes da rede pública usam o medicamento todos os meses.

A Secretaria de Saude também informou que o paciente com prescrição para Lantus deve procurar um médico para fazer a substituição da medicação até a regularização do estoque.

20151207075324

G1

Comentários