PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
27 nov 2015

Após acordo, construtora confessa suborno em obras da Copa de 2014


56589bab60e9cAs investigações da Operação Lava Jato chegaram até as obras da Copa do Mundo disputada no Brasil no ano passado. Segundo informações da “Folha de S.Paulo”, a empreiteira Andrade Gutierrez fez um acordou de delação e leniência com a Procuradoria-Geral da República no qual relatará que pagou propina em algumas obras pelo país, inclusive as da Copa de 2014. O acerto só foi possível depois de a construtura pagar uma multa de R$ 1 bilhão, a maior já efetuada na Operação Lava Jato.

Na Copa do Mundo, a Andrade Gutierrez foi responsável, sozinha ou em consórcio, pelas obras do Maracanã, no Rio de Janeiro, no Mané Garrincha, em Brasília, no Beira-Rio, em Porto Alegre, e na construção da Arena Amazonas, em Manaus.

Segundo a publicação, o suborno era feito para que agentes públicos não colocassem obstáculos nos acertos feitos pelas empreiteiras. O alto valor da multa tem como objetivo ressarcir as empresas que foram prejudicadas.

Além da Copa, a construtura também usou de suborno em obras da Petrobras, na usina nuclear Angra 3, em Belo Monte e na ferrovia Norte-Sul. As irregularidades teriam começado em 1987.

O acordo feito pela construtora ainda terá que ser homologado pelo juiz Sergio Moro, porque relate crimes na Petrobras, e também pelo ministro Teori Zavascki, já que alguns nomes de políticos foram relatados por recebimento de propina, e eles só podem ser julgados pela instância máxima da Justiça.

Fonte: Lance!

Comentários

Nome

E-mail

Comentário