PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
30 maio 2018

Apático, Jornalismo da Record ressurge só em tempos de caos


Record sempre foi reconhecida por sua atuação intensa na área do Jornalismo. Todavia, a emissora de Edir Macedo enfrenta uma fase na qual a área só se destaca em tempos de caos no país, como ocorre atualmente com a greve dos caminhoneiros.

Muito além das grandes reportagens detonando seus concorrentes, especialmente a imagem do Grupo Globo, a Record tem em seu currículo matérias e reportagens investigativas premiadas, bem como conta com um elenco de jornalistas de dar orgulho a qualquer emissora de televisão. Porém, os tempos são outros.

Hoje em dia a emissora da Barra Funda já não se mostra constante quando o assunto é seu jornalismo. Em geral, os jornalísticos da emissora não apresentam mais ao público grandes reportagens nem matérias com a devida relevância, contentando-se com as rotineiras pautas sobre crimes, animais, mitos ou verdades e vida dos famosos.

Os números de audiência refletem essas questões. Há tempos que a Record não vê bons índices relacionados aos seus principais jornalísticos. O Fala Brasil já não preocupa tanto a Globo como antes, assim como o Cidade Alerta e o Jornal da Record. Inclusive, em muitos momentos não chegam a preocupar mais nem o SBT.

Entretanto, como dito anteriormente, há exceções. Considerando que o quadro Hora da Venenosa não se configura como Jornalismo em si, ressalta-se que o Jornalismo da emissora ressurge quando o país apresenta-se em grandes conflitos e tensões. Nessas situações, a Record apela para longas horas de transmissão, mesmo que não haja fatos novos. É o que vemos neste momento, em que a emissora tem destinado a maior parte de sua programação à cobertura das manifestações dos caminhoneiros pelo país.

Ante o exposto, torna-se clara a necessidade de a emissora repensar seu Jornalismo. Apesar de frequente nos dias atuais, nem sempre o Brasil vive momentos de grandes tensões. Ou seja, o Jornalismo não pode ser dependente disso. A produção contínua de grandes reportagens é até uma forma de honrar seus profissionais qualificados.

Os leitores costumam sempre comparar as coisas, mesmo quando não há necessidade. Portanto, de antemão, ressalta-se que a pauta foi o Jornalismo da Record.

 

Fonte: TV Foco

Comentários

Nome

E-mail

Comentário