PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
10 jul 2016

Anderson faz bonito e aguenta até o fim, mas é ‘amassado’ por Cormier e segue sem vencer


Anderson Silva foi valente, corajoso. Aceitou uma luta com dois dias de antecedência, sem nem estar treinando direito e diante do campeão da categoria de cima. Mas valentia e coragem não ganham luta. Mas ganha respeito. Ele foi melhor do que muitos esperavam, chegou a levantar o público com bons golpes em pé e chegou até o fim do combate neste sábado, mas Daniel Cormier jogou com o que melhor sabe fazer para amassar o brasileiro no chão, comprovar todo o favoritismo que tinha e levar a vitória na decisão dos jurados (triplo 30-26) no card histórico do UFC 200.

“Para mim, foi um grande desafio pessoal aceitar essa luta. Consegui colocar em prática o que desenvolvi todos esses anos. Estou muito tempo sem treinar, desde a minha cirurgia. Espero que isso sirva de exemplo para todos os brasileiros, todos presentes aqui, vocês podem tudo que quiserem. Estou acostumado a treinar com caras muito pesados. Estou acostumado com esse tipo de pressão. Senti um pouco porque estou sem treinar, mas foi bom. O teste foi bom. Toda minha equipe está de parabéns. Dedico essa vitória a todos eles, porque, para mim, foi uma vitória”, disse Anderson, muito aplaudido pelo público.622_c36b599b-0a85-3180-beb2-873491c654d6

O Spider entrou no card desde sábado apenas quinta-feira. Ele resolveu pedir para substituir Jon Jones, que no dia anterior havia sido informado de uma possível violação em um exame antidoping e estava impedido de lutar. O problema é que o brasileiro sequer estava treinando pesado, como ele mesmo admitiu, depois de uma cirurgia em maio que o obrigou a retirar a vesícula biliar.

Sem preparação e com uma desvantagem física para lá de notável, Anderson até que se saiu bem, mas foi presa fácil para Daniel Cormier fazer um jogo esperto, de quedas. Além de ser campeão nos meio-pesados, o norte-americano costumava lutar entre os pesados, duas categorias acima da de Spider, o que lhe deu vantagem suficiente para não deixar o rival sair debaixo no chão – e ele também já fez parte do time norte-americano de wrestling, vale lembrar, com duas classificações para a Olimpíada.

Com isso, o brasileiro, que sempre é cotado como um dos maiores lutadores de todos os tempos, segue em um jejum enorme de vitórias. Ele não sabe o que é ganhar desde outubro de 2012, quando bateu Stephan Bonnar no Rio de Janeiro. Desde então, são 1.365 dias com três derrotas, uma fratura feia na perna e uma luta que acabou sem resultado por conta de um doping de Anderson.

Já Daniel Cormier, que nada tem a ver com tudo isso, conquista sua 18ª vitória em 19 lutas na carreira. Ela só perdeu para uma pessoa: justamente Jon Jones.

VEJA TODOS OS RESULTADOS DO UFC 200

CARD PRINCIPAL

Amanda Nunes venceu Miesha Tate por finalização aos 3min16s do primeiro round e conquistou o cinturão do peso galo feminino
Brock Lesnar venceu Mark Hunt na decisão unânime dos jurados (29-27, 29-27 e 29-27)
Daniel Cormier venceu Anderson Silva na decisão unânime dos jurados (30-26, 30-26 e 30-26)
José Aldo venceu Frankie Edgar na decisão unânime dos jurados (49-49, 49-46 e 48-47) e conquistou o cinturão interino do peso pena
Cain Velasquez venceu Travis Browne por nocaute técnico aos 4min57s do primeiro round

CARD PRELIMINAR

Julianna Peña venceu Cat Zingano na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28)
Kelvin Gastelum venceu Johny Hendricks na decisão unâninme dos jurados (29-28, 30-27 e 30-27)
T.J. Dillashaw venceu Raphael Assunção na decisão unânime (30-27, 30-27 e 30-27)
Sage Northcutt venceu Enrique Marin na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28)
Joe Lauzon venceu Diego Sanchez por nocaute técnico a 1min26s do primeiro round
Gegard Mousasi venceu Thiago Marreta por nocaute aos 4min32s do primeiro round
Jim Miller venceu Takanori Gomi por nocaute técnico aos 2min18s do primeiro round

  Fonte: ESPN

Comentários

Nome

E-mail

Comentário