PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
18 jun 2015

Ambientalistas denunciam abandono e descaso no Pico do Jabre no sertão


677603437d4d05dc199928346e19d35fPico do Jabre: um dos pontos mais bonitos do sertão da Paraíba e que tem atraído turistas de todo o país está sendo destruído pela ação de vândalos, omissão dos poderes públicos e descaso das próprias empresas de telecomunicações que exploram o local. O Pico do Jabre, localizado no Município de Matureia (PB), deveria ter atenção especial da própria prefeitura da cidade e também do Governo do Estado da Paraíba.

A denúncia do descaso no Pico do Jabre vem sendo feita há vários anos consecutivos sem que nada de concreto seja feito para por fim ao abandono sistemático. Os ambientalistas apontam vestígios de desrespeito à fauna e a flora que deveria estar sendo protegida por lei e por ações concretas dos governos do Estado e do Município para inibir e coibir as práticas delituosas por todos os locais do Pico.

Dalvanete Rodrigues, residente nas proximidades do Pico do Jabre, denunciou de forma amargurada que o descaso é tão grande que caçadores atuam livremente devastando os poucos animais que estão dentro da área de preservação. “Os caçadores da região e das regiões vizinhas estão entrando em bando de três a quatro com motos e cães devastando a fauna e a flora. Os moradores da região também estão indo acampar na mata, destruindo árvores, fazendo fogueiras, deixando lixo aos montes”, relata Dalvanete.

As empresas de telecomunicações que exploram em o local com várias antenas, geradores, receptores, transmissores, máquinas de tecnologia, dentre outros equipamentos, também estão sendo denunciadas por promoverem descaso com restos de equipamentos que ficam jogados ao relento sem os cuidados necessários. As observações do descaso foram registradas em fotos do grupo denominado Condutores de Turismo de Matureia (PB) e Pico do Jabre.

John Philip Medcraft, admirador e que desenvolve trabalhos sobre preservação do meio ambiente, disse que os governantes devem tomar providencias enérgicas e rápidas para evitar que a situação no Pico do Jabre fique pior do que já está.

A reportagem ligou para a Prefeitura Municipal de Matureia e foi informada que as terras ao redor do Pico do Jabre pertencem a mais de 20 donos, portanto, difícil de resolver. Dois decretos estaduais de desapropriação “caducaram”, pois os proprietários não foram indenizados. “O que a Prefeitura de Matureia tem feito é tirar o lixo e conscientizar as pessoas para preservarem. Um município tão pequeno como Matureia não tem condições de bancar a desapropriação, e, infelizmente, os governos do estado não tem feito nada pelo Pico do Jabre, isso há muitos anos.

A questão dos caçadores a gente denuncia, mas pouco é feito. O IBAMA não tem dado atenção ao Pico do Jabre. A prefeitura tem vontade de fazer algo de forma enérgica, mas não tem condições sem a ajuda dos demais poderes. Quase todas as empresas de telecomunicações estão explorando de forma irregular”, relatou Bruno Wanderley, secretário de Meio Ambiente.


Patosonline
Fotos: Condutores de Turismo de Matureia (PB) e Pico do Jabre

Comentários