PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
5 out 2017

Alemanha bate Irlanda e carimba vaga na Copa


Com a vitória por 3 a 1 com a Irlanda do Norte, pela penúltima rodada das eliminatórias europeias para a Copa-2018, a Alemanha carimbou seu passaporte para a disputa de mais um Mundial, o 17º seguido (até hoje, o time só ficou fora de uma edição, em 1950, devido ao banimento da Fifa por conta da II Guerra Mundial). O qualificatório foi tranquilo, com os teutônicos estando invictos até agora e garantindo a classificação com uma rodada de antecedência. No ano que vem, a equipe chega como uma das grandes favoritas, tanto pelo excelente retrospecto recente (nas últimas quatro Copas, terminou em 2ª, 3ª, 3ª e 1ª, respectivamente) tanto quanto pelo título da Copa das Confederações nesta temporada. No torneio preparatório na Rússia, aliás, os alemães usaram seu time C, e ainda assim ficaram com a taça. Imagine em 2018, quando estiverem com o elenco completo…

JOACHIM LOW
Assumiu a seleção após a Copa do Mundo de 2006 e, desde então, transformou a Alemanha em uma das forças mais dominantes do futebol. Aproveitando ao máximo o talento de uma geração excelente, foi 3º colocado no Mundial de 2010, na África do Sul, e alcançou seu ápice como treinador em 2014, sagrando-se campeão do mundo no Brasil – e goleando os donos da casa por 7 a 1 na semifinal. Adorado e respeitado pelos jogadores, vem também de um 3º lugar na Eurocopa de 2016 e da conquista do título da Copa das Confederações nesta temporada, no que pode ter sido um ensaio para o Penta em 2018. Nas eliminatórias, fez mais um grande trabalho, classificando sua equipe de maneira invicta. Low é conhecido por ser tanto um gênio tático quanto um pouco maluco e “acelerado”. Prova disso é que já perdeu duas vezes a carteira de motorista: em 2006 (por um mês) e em 2014 (por seis meses) devido a excesso de velocidade e por usar celular ao volante.

TONI KROOS
É um jogador que não aparece tanto para a torcida, mas Kroos é o ponto de equilíbrio do meio-campo da seleção alemã. Considerado um dos grandes destaques do título mundial em 2014, ele é titular absoluto tanto da equipe nacional quanto do Real Madrid, clube pelo qual já faturou duas Uefa Champions League (ele também já conquistou o torneio pelo Bayern) e do qual também é peça-chave. Na Nationalelf, ele forma um meio poderoso ao lado de jogadores como Sami Khedira, Mesut Ozil e Thomas Muller, chamando a atenção por ser aproveitamento absurdo nos passes, além dos lançamentos que parecem feitos com a mão. Também se destaca pela polivalência, podendo atuar como armador, pelos lados, no estilo box-to-box ou até mesmo como volante defensivo. Seu nível altíssimo arrancou até elogios do mais que exigente Johan Cruyff, que, durante o Mundial de 2014, descreveu Kroos como “um meio-campista praticamente perfeito”.

 

 

1930 Não participou das eliminatórias
1934 3º lugar
1938 Eliminada na 1ª fase (10º lugar)
1950 Banida pela Fifa
1954 Campeã
1958 4º lugar
1962 Eliminada nas 4ªs de final (7º lugar)
1966 Vice-campeã
1970 3º lugar
1974 Campeã
1978 Eliminada na 2ª fase (6º lugar)
1982 Vice-campeã
1986 Vice-campeã
1990 Campeã
1994 Eliminada nas 4ªs de final (5º lugar)
1998 Eliminada nas 4ªs de final (7º lugar)
2002 Vice-campeã
2006 3º lugar
2010 3º lugar
2014 Campeã

 

 

Fonte: ESPN

Comentários

Nome

E-mail

Comentário