PUBLICIDADES
PUBLICIDADE
  • Facebook do Uirauna.net
  • Twitter do Uirauna.net
  • Canal do youtube do Uirauna.net
  • Instagram do Uirauna.net
  • Whatsapp do Uirauna.net
  • Feed do Uirauna.net
12 jul 2015

Advogada é suspeita de entregar chips de celulares a detento em penitenciária da PB


20150711173036_capaUma advogada foi detida para esclarecimentos na manhã deste sábado (11) suspeita de ter entregue quatro chips de celular para um dos detentos da Penitenciária Padrão Regional de Campina Grande. A advogada tem o detento como cliente e teria feito a entrega durante a visita, mas o detento, que havia passado por revista antes de falar com a advogada, onde nada havia sido encontrado, disse que já estava com os chips antes da visita.

Segundo o diretor adjunto da penitenciária, Alexandre Moreira, os chips foram encontrados com o detento após a visita realizada pela advogada.

“A advogada chegou à penitenciária e realizou a visita ao cliente dela. Antes da visita, foi feita uma revista no detento, onde nada foi encontrado. Porém, após a visita, uma outra revista foi realizada no detento e foram achados os quatro chips de celular. Achamos estranho e conduzimos a advogada e o detento para a Central de Polícia para que o fato pudesse ser esclarecido”, disse Alexandre Moreira.

Na Central, a advogada negou ter entregado os chips de celular ao detento que, por sua vez, afirmou estar com os objetos antes da visita.

Um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) foi realizado e a advogada liberada. O detento, segundo o diretor adjunto da penitenciária, vai ser penalizado com medidas administrativas por portar chips de celular na penitenciária.

Fonte: Folha.com

Comentários